Moradores de Cuiabá estão produzindo adubo a partir dos resíduos domésticos
Projeto socioambiental desenvolvido no Jardim Vitória ensina população a fazer compostagem dos resíduos orgânicos e hortas orgânicas nos quintais.

Um projeto inovador desenvolvido no Jardim Vitória, em Cuiabá, está estimulando os moradores do bairro a compostarem os resíduos orgânicos produzidos em seus domicílios. A iniciativa denominada “Quintais Orgânicos: Cuiabá Sustentável” já conta com adesão de 40 moradores e escolas locais que começam a transformar os resíduos orgânicos em adubo natural que, por sua vez, é utilizado na confecção de canteiros de hortas domésticas.

O projeto é realizado pelo Instituto Cidade Amiga e conta com apoio financeiro da Fundação Banco do Brasil, entidade que estimula em todo pais ações ligadas a educação ambiental, geração de renda para moradores da comunidade, desenvolvimento de tecnologias sociais, entre outras ações voltadas para promoção da cidadania e o desenvolvimento sustentável das cidades brasileiras.

As ações do projeto começaram com um curso de 40 horas sobre compostagem e hortas domésticas, ministrado pelo agrônomo Carlos Henrique Cheroli. O curso trouxe para os moradores da comunidade conhecimento teórico e prático sobre manejo e manutenção de composteiras domésticas visando a produção de adubo biológico (húmus). Na segunda parte do curso, os participantes aprenderam princípios de agricultura orgânica voltada à produção de hortaliças.

Para moradora do bairro Lucinete Belém o curso foi uma oportunidade de aprender que é possível transformar restos de alimentos, folhas secas, casca de ovo, pó de café, cascas de frutas em adubo de excelente qualidade que “podemos utilizar tanto no jardim como na horta do quintal. Aprendi também a combater pragas sem usar veneno, com receitas simples utilizando fumo de rolo, folhas de nim, pimenta, cal, cada praga tem um jeito natural de combater, assim teremos verduras mais saudáveis. Quando a gente planta e cuida, a gente sabe o que está comendo”, afirmou Lucinete.

A iniciativa também construiu gratuitamente para cada morador participante uma composteira doméstica de alvenaria, nelas são depositados diariamente em camadas, os resíduos orgânicos produzidos em casa. Entre as camadas de resíduos é colocada uma camada de material seco como folhas, restos de capina ou serragem. Todo material é regado um dia sim e outro não para acelerar o processo de decomposição do material, no período de 60 dias se obtém um adubo biológico pronto para ser utilizado nas hortas. Um agrônomo dá assistência técnica para os moradores fazendo visitas periódicas de orientação sobre o processo de compostagem e o plantio das hortas.

O projeto “Quintais Orgânicos: Cuiabá Sustentável” também está capacitando 60 catadores e catadoras de materiais recicláveis para atuarem como agentes ambientais durante o trabalho de coleta. Representantes e técnicos de 40 estabelecimentos geradores de resíduos de Cuiabá estão recebendo o Curso de Plano de Gestão de Resíduos Sólidos (PGRS), capacitação que visa adequar as empresas participantes às normas ambientais de gerenciamento e destinação sustentável dos resíduos produzidos.  O objetivo principal do projeto “Quintais Orgânicos: Cuiabá Sustentável” é estimular a responsabilidade compartilhada dos atores sociais envolvidos na cadeia dos resíduos. Contribuindo, assim, com a implementação e implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos no município. 

 

Seujoão Comunicação Criativa

Instituto Cidade Amiga

Contato :paulo.oliveira@icv.org.br

(65) 98127-0102